Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

EVENTI

 

EVENTI

ANNO 2018

 

EMBAIXADAS DE PORTAS ABERTAS – EDIÇÃO EXTRAORDINÁRIA EM OCASIÃO DO DIA DO CONTEMPORÂNEO

amb porte aperte2018 flyer port 0

 

O Dia do Contemporâneo è o grande evento que desde 2005, a AMACI (Associação dos Museus de Arte Contemporânea Italianos) dedica à arte contemporânea e ao seu público. O primeiro e o segundo sábado de Outubro os museus que tem parcerias com a AMACI, junto a todas as instituições do nosso País que decidem livremente de aderir à iniciativa, abrem gratuitamente suas portas para uma iniciativa rica de eventos, mostras, conferencias e laboratórios. Um programa ecléctico que regala a imperdível ocasião de viver de perto a vivacidade e a riqueza da arte de hoje.

Também a Embaixada da Itália adere à iniciativa, abrindo suas portas aos visitantes interessados em descobrir as peculiaridades arquitetônicas e artísticas do edifício projetado por Píer Luigi Nervi e sede da Missão diplomática.

Nos dias 11 e 12 de outubro, a Embaixada receberá os visitantes e os acompanhará à descoberta da admirável obra arquitetônica de Pier Luigi Nervi, o ilustre engenheiro italiano que colaborou com arquitetos de fama internacional, como Le Corbusier e Louis Kahn, e projetou obras célebres, tais como o Palácio da UNESCO em Paris, a Australian Square de Sidney, a Torre da Bolsa de Montreal, o auditório das audiências do Vaticano (Sala Nervi), o arranha-céu Pirelli em Milão, o Ginásio e o Aeroporto Internacional Leonardo da Vinci de Roma.

A grande novidade deste ano é a apresentaçâo, absolutamente inédita, que os funcionarios da Embaixada italiana farão de algumas telas de autores italianos do acervo de arte contemporânea da Embaixada.

 

INFORMAÇÕES SOBRE AS VISITAS

• As visitas são gratuitas com reserva antecipada;

• As visitas realizar-se-ão nos dias 11 e 12 de outubro, de 15h30 a 16h45 em português. Pedimos aos interessados para chegar com 15 minutos de antecedência;

• A visita é assegurada para grupos de no mínimo 8 até o máximo de 30 visitantes. O grupo será formado com base na ordem de reserva;

• Reservas: as reservas podem ser realizadas escrevendo ao e-mail eventos.brasilia@esteri.it, especificando no assunto “Embaixada de Portas Abertas” e informando a data, o número de participantes (no máximo 4 por e-mail), nome completo, número do documento de identidade de todos os participantes e um endereço e-mail de contato para receber a confirmação.

• Roupas apropriadas, não bermuda, nem chinelo.

Para mais informações sobre o Dia do Contemporaneo:

https://www.amaci.org/gdc/quattordicesima-edizione-giornata-del-contemporaneo

 

 

ITÁLIA CELEBRADA NO 9º SLOW FILME - FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA, ALIMENTAÇÃO E CULTURA LOCAL

slow filme 2018 locandina 

9º SLOW FILME

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA, ALIMENTAÇÃO E CULTURA LOCAL

PIRENÓPOLIS, DE 13 A 16 DE SETEMBRO DE 2018

Festival destaca a presença feminina na gastronomia e celebra a Itália, país que criou o movimento Slow Food

*11 filmes em quatro dias de intensa programação

*Exibição de documentário inédito e premiado sobre a produção de vinhos na Geórgia

*Degustações de vinhos georgianos e italianos

*Oficina “Comida e gênero: uma experiência sensorial”

*Entrada franca!

A segunda semana de setembro é tempo de SLOW FILME, o festival que conjuga cinema e gastronomia, em nome da sustentabilidade, do respeito à diversidade e à cultura local. SLOW FILME - FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA, ALIMENTAÇÃO E CULTURA LOCAL é único em seu perfil no Brasil e em 2018 chega à nona edição perguntando: cozinha tem gênero? O evento acontece no Cine Pireneus, em Pirenópolis, de 13 a 16 de setembro, com entrada franca.

Para o 9º SLOW FILME estão programados 11 longas-metragens, quase todos inéditos nas telas brasileiras. Sob a curadoria do cineasta, professor e crítico Sérgio Moriconi estão títulos produzidos na Itália, França, Áustria, Portugal, Brasil, Austrália, Geórgia, Estados Unidos e Líbano. Será possível ver, em primeira mão, o premiado “Prime Meridien of Wine” (Meridiano do vinho), da diretora e atriz georgiana Nana Jorjadze, que mostra, de maneira divertida, o processo tradicional de produção de vinho na Geórgia – que ainda segue métodos de oito mil anos atrás. O filme conquistou prêmios em festivais na França, Estados Unidos e Espanha, entre outros.

A programação acontece de quinta a domingo e, além da projeção de filmes, terá conversas com realizadores e especialistas, oficina e degustações gratuitas. SLOW FILME é uma realização da Objeto Sim e conta com apoio das Embaixadas da Itália, da Geórgia, Áustria, Austrália, Portugal e França.

O FESTIVAL

Criado pelas jornalistas e produtoras Gioconda Caputo e Carmem Moretzsohn, e pelo professor e crítico de cinema Sérgio Moriconi, SLOW FILME tem por princípio usar a linguagem cinematográfica para refletir sobre questões da nossa contemporaneidade. Ao longo de oito edições, o festival já refletiu sobre temas fundamentais como o desperdício de alimentos, homogeneização x identidade cultural, a boa gastronomia, sustentabilidade. Em 2018 não será diferente.

Para a nona edição, o festival vai investigar a participação da mulher na gastronomia e refletir: por que pessoas que dominam as cozinhas e orçamentos domésticos encontram obstáculos para se afirmar como líderes de cozinhas profissionais? Três filmes irão abordar o tema da presença feminina no universo da gastronomia, a partir de diferentes aspectos. A produção francesa “À procura de mulheres chefs” registra a presença de mulheres que, nos quatro cantos do mundo, lideram cozinhas de prestigiados restaurantes, dão aulas e atuam como ativistas e sommeliers – o filme será apresentado por Ana Paula Jacques, professora do IFB - Instituto Federal de Brasília e idealizadora do food lab “Comida pra Pensar”.

Ainda com o tema cozinha e gênero, SLOW FILME exibirá “Ama-san”, do Japão, sobre as mulheres que se dedicam ao mergulho no mar em apneia, para recolher moluscos, algas, pérolas que lhes garantem o sustento. E “Soufra”, coprodução Estados Unidos e Líbano, que apresenta uma empresa de food truck criada por mulheres num campo de refugiados ao sul de Beirute, oferecendo comidas tradicionais. O tema encantou a atriz Susan Sarandon, que se tornou coprodutora do filme.

O 9º SLOW FILME também fará uma homenagem à Itália, país onde surgiu o Slow Food. Para começar, o filme que recupera a história do movimento e do homem que o criou será exibido logo na abertura do festival. “Slow Food Story” apresenta a vida e o pensamento de Carlo Petrini, que revolucionou a alimentação mundial. O filme será apresentado por Chiara Gentile, doutora em Desenvolvimento Sustentável pela UnB - com uma pesquisa sobre Slow Food na Itália e no Brasil – e mestre em disciplinas Etno-Antropológicas pela Universidade de Roma La Sapienza.

Outra produção italiana, “Sou eu que cozinho!” promove uma viagem pelos sabores da cozinha tradicional napolitana, através da atividade de cinco importantes chefs – o filme é uma produção do movimento Slow Food Napoli e será apresentado pela Conselheira Cultural da Embaixada da Itália, Alessandra Crimi. E “Lorello e Brunello” acompanha um ano na vida de dois irmãos agricultores da Toscana, mostrando as dificuldades que enfrentam com a ação das grandes corporações no mercado de alimentação. As exibições dessas três produções contam com o apoio da Embaixada da Itália.

No programa ainda estão títulos essenciais como o georgiano Meridiano do Vinho, sobre a produção de vinhos na Geórgia - país onde estudiosos dizem ter começado a produção de vinho no mundo, há mais de oito mil anos. O filme será apresentado pelo embaixador da Geórgia no Brasil, Otar Berdzenishvili. O austríaco “A mentira verde” desmascara a atividade de empresas que se dizem sustentáveis, mostrando como ludibriam as leis e os consumidores mundo afora - o filme será apresentado pelos produtores Markus Pauser e Elise Lein, que virão ao Brasil especialmente para participar do SLOW FILME. O francês “A busca do chef Ducasse” acompanha dois anos da vida do grande chef que está em permanente atividade e criação – tendo conquistado três estrelas (a cotação máxima) do Michelin, Ducasse acredita no aprendizado constante. A produção brasileira “Atum, Farofa & Spaguetti” faz um convite a uma viagem pela riqueza e variedade da gastronomia nacional, através da vida de três chefs. E o australiano “Churrasco” mostra como essa comida se espalhou pelo mundo, transformando-se num ritual que une as pessoas.

Além das exibições, o festival promoverá a oficina “Comida e gênero: uma experiência sensorial”, ministrada pela antropóloga Kátia Karam e pela comunicóloga Heliane Carvalho, com a proposta de refletir sobre o papel das mulheres na produção de alimentos, trabalhando a memória afetiva.

SLOW FILME é realizado pela Objeto Sim Projetos Culturais Ltda e conta com apoio da Prefeitura de Pirenópolis, Secretaria Municipal de Cultura de Pirenópolis e UEG – Universidade Estadual de Goiás. A realização da 9ª edição está sendo possível graças à parceria com as Embaixadas da Itália, da Geórgia, de Portugal, da Austrália, da Áustria e da França; do Instituto Camões e do Instituto Francês, do Ateliê Filigrana, da Forneria Pireneus e dos Restaurantes Montserrat e Taki; das pousadas Tajupá, Divina Pousada, Templários, Abacateiro, Arvoredo e Ikabana; da MSound Estruturas e Eventos, da Valeriano Filho – Decór e Cerimonial, da Cervejaria Santa Dica, do Convivium Pirenópolis/Slow Food e de todos os que colaboraram com a Vakinha Online.

Confira a programação das projeções e das atividades AQUI

 

LUCA VELOTTI QUARTET IN CONCERTO A BRASILIA

velotti locandina jpg

L'Ambasciata d'Italia a Brasilia presenta un nuovo appuntamento con i concerti delle "Segundas musicais": la tappa di Brasilia del tour brasiliano di "Moonray" del Luca Velotti Quartet.

"Moonray" è un viaggio musicale, tra melodie, canzoni e racconti. È una rilettura del tutto personale e contemporanea del jazz di Armstrong, Bechet, Goodman e di grandi compositori americani, come Hoagy Carmichael e Duke Ellington, ai quali si affiancano composizioni originali.

Il Luca Velotti Quartet sarà al CLUBE DO CHORO de Brasilia il 10 settembre, alle ore 21:00

Luca Velotti - Musicista eclettico, sassofonista e clarinettista della band di Paolo Conte e collaboratore di Nicola Piovani. Diplomato in clarinetto, approfondisce con il musicista americano Bob Wilber. Come leader del Velotti Jazz Ensemble ha partecipato a molti festival jazz internazionali come l’Heineken Jazz Festival a Beirut, il Manly Jazz Festival a Sidney, il Reduta International Jazz Festival a Praga, il New Orleans Jazz Festival ad Ascona. Numerose sono le registrazioni discografiche sia come leader che come collaboratore. Nell’area newyorkese ha lavorato e registrato a fianco di musicisti quali Kenny Davern, Al Casey , Toots Thielmans, George Masso, Bob Wilber, Dan Barrett, Ken Peplowsky, Dick Sudhalter, Bill Crow, Bill Smith, Tony Scott, Leonard Gaskin, Frank Vignola, Howard Alden, Joe Ascione, partecipando come ospite speciale ai concerti della Sidney Bechet Society. Velotti ha sviluppato la sua vena compositiva in molteplici colonne sonore, spot pubblicitari per la televisione e il cinema, collaborando tra gli altri con Ennio Morricone e Armando Trovajoli.

Così come per tutti gli appuntamenti della "Segundas musicais", anche la tappa di Brasilia di "Moonray" è una realizzazione dell'Ambasciata d'Italia a Brasilia in collaborazione con il Club Choro di Brasilia. Grazie al supporto dell'Ambasciata d'Italia, dell'Istituto Italiano di Cultura di San Paolo, dei Consolati italiani di San Paolo, Recife e Manaus, il Quartetto Luca Velotti terrà concerti anche a Recife (11 settembre), San Paolo (13 settembre , al "Tupi or not Tupi") e a Manaus (15 settembre, al Teatro Amazonas).

Guarda il video di Moonray: https://www.youtube.com/watch?v=nGDQq0aXbsA

Clube do Choro de Brasília, 10 settembre, ore 21:00

Luca Velotti: clarinetto, sax tenore e soprano

Gerardo Bartoccini: contrabbasso

Michele Ariodante: chitarra a sette corde e voce

Carlo Battisti: batteria

 

IL CINEMA ITALIANO PROTAGONISTA A BELÉM, MANAUS E SALVADOR

Il cinema italiano arriva anche a Belém, Manaus e Salvador, capitali protagoniste nelle prossime settimane di una rassegna cinematografica in lingua originale di film italiani recentemente prodotti.

L’Italia ha una grande tradizione di cinema di qualità (è il Paese che ha vinto il maggior numero di Oscar per la categoria “miglior film in lingua straniera”) e la sua produzione cinematografica contemporanea è parte integrante della promozione del marchio Italia nel mondo. Il cinema italiano è noto in tutto il mondo e fondamentale è la sua importanza per promuovere la cultura italiana all’estero. Registi italiani di fama internazionale quali Vittorio De Sica, Roberto Rossellini, Michelangelo Antonioni, Federico Fellini, Pier Paolo Pasolini, Bernardo Bertolucci Roberto Benigni e Paolo Sorrentino hanno contribuito a rendere il cinema italiano uno dei più premiati e apprezzati al mondo.

Con l’obiettivo di far conoscere le eccellenze italiane nel settore del cinema attraverso testimonianze dirette e indirette di chi “fa il cinema”, l’Ambasciata d’Italia a Brasilia in collaborazione con i Consolati d’Italia e gli Istituti Italiani di Cultura, ha sostenuto nel corso dell’anno una serie di iniziative (tra cui incontri con il pubblico, seminari, rassegne cinematografiche) che per la prima volta coinvolgono attivamente anche le città delle circoscrizioni onorarie.

Le rassegne cinematografiche che nel mese di settembre, ottobre e novembre avranno luogo presso il Cine Olympia di Belém, il Cine Teatro Guarany di Manaus e la Saladearte Cinema da UFBA di Salvador consentiranno al pubblico di prendere parte, gratuitamente, a proiezioni di film italiani recentemente prodotti, in lingua originale e con sottotitoli in portoghese. Obiettivo dell’iniziativa è quello di promuovere la lingua e cultura italiana e favorire la conoscenza del cinema italiano in Brasile attraverso alcuni dei più importanti registi e attori del panorama cinematografico italiano contemporaneo, nella consapevolezza che anche il cinema costituisca una importante occasione di dialogo tra le culture italiana e brasiliana.

 

BELÉM

belem.mostra cinema orizzontale

 

MANAUS

manaus settimana del cinema italiano 

  

SALVADOR

salvador settimana del cinema italiano nel mondo 1

 

 

STEFANO BOLLANI FAZ SHOW EM BRASÌLIA

 

A música é, desde sempre, um elemento que une e supera as fronteiras nacionais. Vozes e sons de diferentes origens se encontram e criam novas harmonias, onde a comunicação e a relação entre artista e espectador ocorrem independentemente da linguagem falada. Para o ano de 2018, A Embaixada, os Consulados e os Institutos Italianos de Cultura - cientes de que a Itália e o Brasil entre seus muitos e fortes laços compartilham também uma relação musical e artística de grande importância - promoveram encontros com alguns grandes nomes da cena musical italiana, muitas vezes acompanhados no palco por músicos brasileiros. Stefano Bollani é, justamente, um dos talentos mais importantes do jazz italiano no mundo. Em sua turnê brasileira se apresentará junto com grandes representantes da música brasileira, como Jorge Helder, Jurim Moreira e Armando Marçal na percussão. Estes artistas, muito amados por Bollani, já haviam participado do projeto “Carioca”, de 2007.

Em Brasília, o show de Bollani faz parte da iniciativa "Segundas Musicais": uma série de shows promovidos pela Embaixada da Itália e realizados junto ao Clube do Choro, entre maio e outubro deste ano. O Clube do Choro è o mais importante centro musical de Brasília e um dos mais conhecidos no Brasil pela tradição do choro, gênero fundamental da música instrumental tradicional brasileira.

A turnê brasileira QUEBOM também integra o projeto "Vivere all'Italiana" (“Viver no estilo italiano”), isto é, uma estratégia de promoção integrada da Itália no exterior, promovida em colaboração com o Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional da Itália. A promoção da cultura italiana no mundo é, de fato, um componente estratégico da política externa de um país comprometido - como no caso da Itália - na promoção do diálogo, a inovação e o crescimento social e econômico. O sugestivo nome de "Vivere all'Italiana" visa enfatizar a intenção de combinar a beleza e a poesia, em todas as dimensões da vida, do criar e do produzir: este é o traço típico do "Vivere all’Italiana", que é feito de multiculturalismo e intercultura, da capacidade de aceitar culturas diferentes e integrá-las à sua própria, também através da música, que sempre foi um elemento que une e ultrapassa as fronteiras nacionais.

 

cartaz bollani df

 

 

EXPOSIÇÃO “SÃO FRANCISCO NA ARTE DE MESTRES ITALIANOS”

 

 banner eventofacebook 2048x1080px

 

Obras de importantes coleções italianas, que datam dos séculos XV a XVIII, traduzem as fases mais relevantes da representação de São Francisco. A mostra inclui um passeio virtual à Basílica Superior de Assis, na Itália

 

Séculos se passaram e as artes renascentista e barroca continuam encantando a humanidade. Obras de mestres como Tiziano Vecellio, Perugino, Orazio Gentileschi, Guido Reni, Guercino, Carracci e Cigoli fazem, hoje, parte de importantes coleções italianas e chegam pela primeira vez ao Brasil. Este incomparável acervo poderá ser apreciado na Casa Fiat de Cultura, a partir do dia 8 de agosto, na exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos”, que reúne 20 pinturas realizadas entre os séculos XV e XVIII. A curadoria é dos italianos Giovanni Morello, especialista em História da Arte – que idealizou e curou diversas exposições de arte antiga na Itália, no Vaticano e outros países e integra a comissão permanente de tutela dos monumentos históricos e artísticos da Santa Sé – e do professor Stefano Papetti, diretor da Pinacoteca Civica Di Ascoli. A mostra apresenta as fases mais relevantes da representação de São Francisco por meio de obras que se integraram à cultura local de toda uma época e que ainda encontram espaço na cultura ocidental por seus valores artístico, histórico e simbólico.

Proporcionando uma experiência imersiva e única, a mostra também inclui uma sala de Realidade Virtual que vai transportar o visitante da Casa Fiat de Cultura para a Basílica Superior de Assis (1228), na Itália, com o uso de óculos de tecnologia 3D. Será possível fazer um passeio visual por uma das mais importantes e belas basílicas do país e conhecer obras-primas do pintor italiano Giotto (1267-1337), artista símbolo dos períodos medieval e pré-renascentista. Tradição, arte e tecnologia se encontram nesta exposição, que ficará aberta à visitação até 21 de outubro. No dia da abertura, 8 de agosto, o curador Stefano Papetti abre a 8ª edição do ciclo de palestras Quartas Italianas na Casa Fiat de Cultura para falar sobre sobre “A Iconografia de São Francisco na Arte do período Medieval ao Barroco”, das 19h30 às 21h, com tradução simultânea e espaço sujeito à lotação (200 lugares). A Casa Fiat de Cultura também preparou uma programação paralela com diversas atividades desenvolvidas pela equipe do Programa Educativo, tudo com entrada gratuita.

O percurso expositivo possibilita ao público visitante acompanhar a evolução da representação da iconografia de São Francisco, o santo católico mais retratado na história da arte, de acordo com o curador Papetti. O simbolismo de Francisco é universal, “isso por causa das ações que seus seguidores vêm fazendo há séculos em favor da evangelização e do progresso social”, explica o curador Morello. Para o presidente da Casa Fiat de Cultura, José Eduardo de Lima Pereira, “São Francisco chega à Casa Fiat de Cultura com sua grandiosa simplicidade. Homem santo que faz parte da construção da nossa identidade cultural. Em Ouro Preto, primeira capital de Minas Gerais, uma das principais igrejas carrega seu nome e revela toda a riqueza do nosso barroco. Em Belo Horizonte, um dos seus ícones é a Igrejinha da Pampulha, que de forma ousada imortalizou São Francisco pelas mãos do mestre Portinari. Sua história se faz atual com valores de amor ao próximo, humildade e respeito à natureza. Uma imagem que passou por transformações ao longo da história da arte com obras-primas dos grandes mestres italianos que os brasileiros poderão apreciar nessa exposição”.

Entre as obras, o público conhecerá quadros de grandes mestres do Renascimento e Barroco italianos. Artistas que, em seus ateliês, receberam, ensinaram e influenciaram outros expoentes da história da arte. Perugino, por exemplo, foi o mestre de Rafael Sanzio, e Tiziano teve Tintoretto e Veronese como seguidores. As pinturas de destaque da mostra são “San Francesco riceve le stimmate” (1570), de Tiziano Vecellio, “San Francesco sorretto da un Angelo” (primeira metade do séc. XVII), de Orazio Gentileschi, “San Francesco confortato da un angelo musicante” (1607-1608), de Guido Reni, que também pintou o estandarte “Francesco riceve le stimmate (frente); San Francesco predica ai confratelli (verso)” (séc. XVII), “San Francesco d’Assisisi e quattro disciplinati” (1499), de Perugino, e “San Francesco riceve le stimmate” (1633), de Guercino. Segundo o Embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, “há grande satisfação e orgulho em poder oferecer, pela primeira vez, ao público brasileiro uma parte tão rica e importante do tesouro da arte e da história italianas e de compartilhá-la com os muitos admiradores da herança cultural italiana no Brasil. Esta mostra é uma iniciativa inédita e altamente relevante, por seu alcance e valor cultural, entre as que realizamos nos últimos anos”.

A exposição traz acervos de 15 museus de 7 cidades italianas: Galleria Corsini, Palazzo Barberini, Musei Capitolini, Museo di Roma, Museo Francescano dell’Istituto Storico dei Cappuccini (Roma); Pinacoteca Civica, Sacrestia della chiesa di San Francesco, Convento Cappuccini (Ascoli Piceno); Museo Nazionale d'Abruzzo (L'Aquila), Galleria Nazionale dell’Umbria (Perugia); Istituto Campana per l'Istruzione permanente (Osimo); Museo Civico (Rieti), Pinacoteca Nazionale (Bolonha) e Duomo di Novara (Novara). A mostra conta, ainda, com uma importante obra de Ludovico Cardi (conhecido como Cigoli), “St. Francis Contemplating a Skull”, propriedade do colecionador e ator ítalo-americano Federico Castelluccio. O quadro virá de Nova York para integrar a exposição de Belo Horizonte.

"A operação de logística e coordenação geral desta exposição é extremamente complexa, visto que as obras pertencem aos acervos dos principais museus da Itália e abrangem um período que vai do século XV ao século XVIII. Isso implica, por um lado, numa intensa e complexa negociação para a concessão dos empréstimos e, por outro, num tratamento extremamente cuidadoso durante o processo de seu transporte e instalação no espaço expositivo, em função de sua raridade", comenta Ricardo Ribenboim, diretor da Base7 Projetos Culturais.

Após a vinda a Belo Horizonte, a exposição segue para o Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, de 31 de outubro de 2018 a 27 de janeiro de 2019.

A exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos” é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Casa Fiat de Cultura, do Museu Nacional de Belas Artes e do Ibram, com apoio institucional da Embaixada da Itália no Brasil, da Associação de Amigos do Belas Artes (RJ) e da Fondazione Giovanni Paolo II per la Gioventù. A exposição conta ainda com os seguintes parceiros: Consulados da Itália em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte e Instituto Italiano de Cultura de São Paulo e Rio de Janeiro. O patrocínio é da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Banco Fidis, FCA Fiat Chrysler Finanças Brasil, FCA Fiat Chrysler Participações e Banco Safra. A mostra também tem apoio do Circuito Liberdade, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), Governo de Minas Gerais, Sumisura, Cinex e UnipolSai Assicurazioni e apoio cultural da Globo Minas. A organização e coordenação geral é da Base7 Projetos Culturais e na Itália da Artifex International.

 

Serviço

Exposição “São Francisco na Arte de Mestres Italianos na Casa Fiat de Cultura”

Curadoria: Giovanni Morello e Stefano Papetti

8 de agosto a 21 de outubro de 2018

Terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Entrada gratuita

 

Casa Fiat de Cultura

Circuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10, Funcionários – Belo Horizonte/MG

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Informações

(31) 3289-8900

www.casafiatdecultura.com.br

casafiat@casafiat.com.br

facebook.com.br/casafiatdecultura

Instagram:@casafiatdecultura

Twitter: @casafiat

www.circuitoculturalliberdade.com.br

 

Informações para imprensa:

Personal Press – Assessoria de Imprensa da Casa Fiat de Cultura

Polliane Eliziário – polliane.eliziario@personalpress.jor.br – (31) 99788-3029

 

 

 ATTORE EDOARDO PESCE, PROTAGONISTA DI "DOGMAN", PARTECIPA A INAUGURAZIONE FESTIVAL 8 ½ FESTA DO CINEMA ITALIANO A BRASILIA

 

pesce 29

 

LEGGI IL COMUNICATO STAMPA SULL'EVENTO (in portoghese)

 

 

8 ½ FESTA DO CINEMA ITALIANO VOLTA PARA O BRASIL E AMPLIA CIRCUITO, QUE CHEGA A DOZE CIDADES DO PAÍS

 

fci brasil 2018 cartaz web v4

 

O festival 8 ½ Festa do Cinema Italiano traz mais uma vez ao Brasil uma seleção ambiciosa e exclusiva, com os melhores e mais interessantes filmes da recente produção italiana, com uma mostra que ocorre de 2 a 8 de agosto 2018 em doze cidades do País.

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é um evento organizado no Brasil pela Associação Il Sorpasso em colaboração com Mottironi Editore e com o apoio institucional da Embaixada da Itália em Brasília, dos Institutos Italianos de Cultura de São Paulo e Rio de Janeiro e do Cinecittà Luce. Além disso, conta ainda com a colaboração da rede de Consulados Italianos em todas as cidades que recebem o festival no Brasil.

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é patrocinado pela Florense, empresa de grande renome internacional no ramo mobiliário de alta qualidade e por Pasta Garofalo, históricamarca de massa de Gragnano ligada ao mundo da cultura e um dos produtores mais apreciados pelos italianos.

Depois de dez anos de sucesso em dezenas de cidades lusófonas e em três continentes diferentes, a 8 ½ Festa do Cinema Italiano encontrou espaço para se tornar um evento de grande relevância também no Brasil. Além do número de cidades, aumentaram também o número de filmes apresentados e as sessões programadas, quase 300 em uma semana de exibição.Vitória, Goiânia, Belém e Florianópolis passam a integrar o circuito, além de São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Salvador que já receberam o evento em 2017.

Confira as fotos e fichas técnicas completas dos filmes aqui: https://goo.gl/qVXJ9y

 

COMUNICADO DE IMPRENSA COMPLETO

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Flavia Guerra

press@festadocinemaitaliano.com/ flaviaguerra@gmail.com

Tel: 11- 99875 8882

Anna Horta

annaf.horta@gmail.com

Tel. 11 -98732-0043

 

 

Semana do Refugiado

 

refugiadosbanner 1 fuocomare v2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DATA: 25/06/2018

HORA: 19h

LOCAL: Auditório Tancredo Neves do Ministério da Justiça

MESA-REDONDA: os desafios na implementação de políticas de proteção e integração local de refugiados

 

 

DATA: 25/06/2018 e 29/06/2018

HORA: 12h

LOCAL: Auditório Tancredo Neves do Ministério da Justiça

FILME: Fuocoammare de Gianfranco Rosi

Fruto de parceria entre a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), a Defensoria Pública da União (DPU) e o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), do Ministério da Justiça, as iniciativas da Semana do Refugiado foram implementadas para celebrar o Dia Mundial do Refugiado (20 de junho). A Embaixada da Itália no Brasil apóia a iniciativa participando da mesa – redonda com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, a representante do ACNUR no Brasil, Isabel Marquez, o defensor público-geral federal, Carlos Eduardo Barbosa Paz, e outras autoridades; e com a exibição do documentário “Fuocoammare”. Estreado no Festival de Cinema de Berlim e galardoado com o Urso de Ouro, foi selecionado como representante da Itália ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2017. O documentário captura a vida da ilha italiana de Lampedusa. Na costa sul da Itália, o local se tornou linha de frente na crise de imigração da Europa e virou manchete mundial nos últimos anos por ser o primeiro porto de escala para centenas de milhares de imigrantes da África e do Oriente Médio que tentam fazer uma nova vida no continente europeu. O filme será exibido em seu áudio original com legendas em português.

 

 

 Cine Caleidoscópio - Debate sobre o tema de migração e direitos da infância

il sole dentro

DATA: 28/06/2018

HORA: 14h

LOCAL: Auditório IREL, Universidade de Brasília, Campus Darcy Ribeiro Asa Norte - Brasília DF

FILME: Il Sole Dentro de Paolo Bianchini

Exibição seguida de bate-papo sobre direitos humanos com os integrantes do Umanitá.

 

O projeto Cine Caleidoscópio, realizado pelo grupo de direitos humanos Umanità da UnB, apresenta e discute filmes relacionados à temática dos direitos humanos em eventos voltados para estudantes e público em geral.

Com duas sessões de cinedebate por mês, que acontecem tanto na UnB, como em outros espaços, o projeto promove debates acadêmicos que alcançam a comunidade para além da Universidade.

A Embaixada da Itália em Brasília, em parceria com o Umanitá, realiza uma sessão do Cine Caleidoscópio com o filme “Il Sole Dentro” de Paolo Bianchini: 1999. Yaguine e Fodé, dois adolescentes da Guiné, decidem escrever uma carta "Para suas Excelências os membros e líderes da Europa", para descrever a condição das crianças em seu país e pedir ajuda. Mas eles querem entregá-lo pessoalmente e, para fazer isso, se escondem no trem de pouso de um avião com destino a Bruxelas. 2009. Thabo, um menino tirado de sua aldeia guineense por ser uma possível promessa do futebol, é abandonado no meio da estrada porque considerado não suficientemente dotado. Rocco, seu parceiro de treinamento, o encontra e os dois começam uma jornada de aventuras rumo a N'Dola, onde reside a família de Thabo.

 

 

AMBASCIATA PORTE APERTE - Edizione 2018

amb.porte.aperte2018 flyer port

 

No dia 2 de junho a Itália e os italianos no mundo comemoram a proclamação da República Italiana. A Embaixada da Itália em Brasília celebra a data abrindo suas portas aos visitantes interessados em descobrir as peculiaridades arquitetônicas e artísticas do edifício projetado por Píer Luigi Nervi e sede da Missão diplomática.

Durante todo o mês de junho e julho a Embaixada receberá os visitantes e os acompanhará à descoberta da admirável obra arquitetônica de Pier Luigi Nervi, o ilustre engenheiro italiano que colaborou com arquitetos de fama internacional, como Le Corbusier e Louis Kahn, e projetou obras célebres, tais como o Palácio da UNESCO em Paris, a Australian Square de Sidney, a Torre da Bolsa de Montreal, o auditório das audiências do Vaticano (Sala Nervi), o arranha-céu Pirelli em Milão, o Ginásio e o Aeroporto Internacional Leonardo da Vinci de Roma.

INFORMAÇÕES SOBRE AS VISITAS

• As visitas são gratuitas com reserva antecipada;

• As visitas realizar-se-ão nos dias 14, 15, 20 e 21 de junho, 19 e 26 de julho, de 16h30 a 17h45 em português. No dia 31 de julho, de 16h30 a 17h45 haverá uma visita em língua italiana. Pedimos aos interessados para chegar com 15 minutos de antecedência;

• A visita é assegurada para grupos de no mínimo 8 até o máximo de 25 visitantes. O grupo será formado com base na ordem de reserva;

• Reservas: as reservas podem ser realizadas escrevendo ao e-mail eventos.brasilia@esteri.it, especificando no assunto “Embaixada de Portas Abertas” e informando a data, o número de participantes (no máximo 4 por e-mail), nome completo, número do documento de identidade de todos os participantes e um endereço e-mail de contato para receber a confirmação.

• Roupas apropriadas, não bermuda, nem chinelo.

 

 

“O edifício da Embaixada da Itália em Brasília: quando o design incorpora a eficiência”

Palestra da Profa. Ayara Mendo - Brasília, dia 7 de junho

 

                                                      ayara  distrito criativo

 

A professora Ayara Mendo do Instituto Europeu de Design do Rio de Janeiro apresentará a palestra “O edifício da Embaixada da Itália em Brasília: quando o design incorpora a eficiência” no dia 7 de junho, às 14 hs, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães de Brasília, no âmbito do ciclo de eventos "Distrito Criativo".

 

 

 MAFALDA MINNOZZI FAZ SHOW EM BRASÍLIA

mafalda minnozzi

 

O entusiasmo e a participação do publico aplaudindo de pé todas suas exibições em lendários clubes de jazz como o Birdland, em Nova York, ou nos palcos de Festivais, casas de shows e teatros de grande prestígio na Itália, em Portugal, na Alemanha e no Brasil, revelam o incontestável sucesso da carreira internacional de Mafalda Minnozzi.

Graças às suas esmeradas produções discográficas e aos inúmeros shows realizados durante apreciadas turnês em vários Países, a cantora e compositora italiana Mafalda Minnozzi é conhecida como artista de grande carisma e versatilidade, interprete refinada, dona de uma voz fora do comum por extensão e variedade nos timbres.

Um forte laço liga Mafalda ao Brasil desde 1996, quando ela iniciou a popularizar a música italiana no País integrando o sotaque e a melodia do seu repertório de grandes autores da Itália com o ritmo e o balanço da musica brasileira, até criar algo de único e original.

Produziu no Brasil 15 CDs, 2 DVDs, dezenas de trilhas sonoras e centenas de shows, realizando também colaborações inesquecíveis com Milton Nascimento, Toquinho, Martinho da Vila, Paulo Moura, Leny Andrade, André Mehmari e Guinga, para ser enfim reconhecida como Embaixatriz da Canção Italiana pelo publico brasileiros e seus grandes artistas.

Conquistada no Brasil, a "licença artística" para cantar a bossa nova e afinada a linguagem universal do jazz, Mafalda Minnozzi criou o atual projeto intitulado "eMPathia", que está lançando no mundo, e que, sem dúvida, representa o fruto mais maduro da preciosa integração cultural que ela conseguiu criar entre Itália e Brasil.

No Clube do Choro, Mafalda será acompanhada do guitarrista nova-iorquino Paul Ricci e dos músicos brasileiros Pepa D'Elia (bateria) e Felipe Alves(baixo), prometendo provocar na platéia intensas emoções veiculadas pela sua voz apaixonada e apaixonante.

 

Horário: 21h00 

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Faixa etária: 14 anos

Telefone informações: (61) 3224-0599

Venda ingressos:

na bilheteria do clube do Choro (Segunda a sexta das 10h às 18H e sábado, das 19h às 22h. Em dias de show: até as 22h)

online: www.bilheteriadigital.com.br

 

 

"FARE CINEMA" - SETTIMANA DEL CINEMA ITALIANO NEL MONDO

 

locandina settimana del cinema italiano nel mondo 0 

locandina rizza cinebrasilia 2

 

 

"FARE CINEMA" - RASSEGNA CINEMATOGRAFICA

rassegna cinematografica 2018

L’Ambasciata d’Italia a Brasilia riapre le sue porte per una nuova stagione di eventi culturali, e lo fa con il primo appuntamento della Rassegna cinematografica “Fare Cinema”, un’iniziativa nata per promuovere a Brasilia e in tutto il Brasile la produzione cinematografica italiana di qualità, con film di recente produzione diretti dai più importanti registi del panorama cinematografico italiano. L’Italia ha una grande tradizione di cinema di qualità: è, tra le altre cose, il Paese che ha vinto il maggior numero di Oscar per la categoria “miglior film in lingua straniera”. Con una selezione di film in lingua italiana, sottotitolati in portoghese, l’Ambasciata condurrà il suo pubblico in un viaggio fra differenti generi e temi. Viaggio che continuerà sino alla fine dell’anno, attraverso seminari, conferenze, incontri con figure professionali legate al cinema, che faranno conoscere al pubblico brasiliano le eccellenze italiane nel settore cinematografico.

 

 

 SETTIMANA dell'EUROPA

 

FESTIVAL del CINEMA

L'Italia e l'Ambasciata d'Italia a Brasilia partecipano al Festival con il film "La mafia uccide solo d'estate"

 

mafia

 

Regia: PIF (Pierfrancesco Diliberto), 2013

85 min. - Commedia/drammatico

Film sottotitolato in portoghese

11 de maio

18h30

Cine Brasília

Ingresso libero

 

 

CONCERTO CLASSICO

concerto clssico      nordio foto

 

Nell'ambito della Settimana dell'Europa, il 15 maggio, alle 20:00, presso il Cine Brasilia il pubblico potrà assistere al CONCERTO CLASSICO EUROPEO.
Gli artisti europei invitati, il maestro reggente Piotr Sulkowski dalla Polonia, il violinista italiano Domenico Nordio e la cantante portoghese mezza soprano Cátia Moreso si esibiranno con l'Orchestra sinfonica del Teatro Nazionale Claudio Santoro.

 

Programma:​

A.Dvorak - Dança Eslava Op.46 no.1

Max Bruch- Concerto em sol menor para violino e Orquestra

Violinista Domenico Nordio

Bizet, Opera Carmen; Habanera e Seguidilla

Opera Don Carlo “O Don Fatale”

Saint Saens - mon coeur a ta voix

Verdi -

Meio-Soprano Catia Moreso

Richard Strauss - Til Eulenspiegel

Maestro - Piotr Sulkovski

INGRESSO GRATUITO

Per tutte le informazioni e il calendario degli eventi della Settimana dell'Europa: https://www.semanadaeuropa.org/

 

 

IL PIACERE DI LEGGERE IN ITALIANO - RASSEGNA DI LETTURE IN ITALIANO DI AUTORI CONTEMPORANEI 

 

locandina leggere in italiano

La musicalità dolce, la poesia, l’esattezza dei linguaggi e le loro coloriture, le sfumature e l’inesauribile ricchezza combinatoria dell’italiano: vi proponiamo la lingua di Dante attraverso le parole e l’opera di autori contemporanei, la cui qualità letteraria è stata riconosciuta da enorme successo di critica e di pubblico, in Italia e nel mondo. Toccando differenti autori e differenti generi, attraverso penne maschili e femminili, viaggeremo nella letteratura italiana. Oltre la fama eterna di grandi scrittori italiani del passato, già consacrati e a tutti noti, con questo evento vogliamo aprire al pubblico di voi e noi appassionati di lingua e cultura italiane una finestra sul panorama contemporaneo. Lo facciamo all’insegna del meno noto e dell’attuale, tramite un’iniziativa che, dopo il successo dello scorso anno, è giunta alla sua seconda edizione e vede quest’anno il connubio tra letteratura e musica, grazie alla partecipazione dei musicisti
di Brasilia Cello Academia che proporrà degli intermezzi musicali dal vivo. L’Ambasciata d’Italia, assecondando la più naturale ed illustre vocazione del Paese che rappresenta, sceglie la letteratura e la lingua per aprire le porte al pubblico, il primo di una felice serie di incontri culturali che animeranno il 2018 nel segno della sempre viva volontà di far conoscere l’immensa ricchezza del nostro patrimonio. Un patrimonio fatto di affreschi, piazze, paesaggi, chiese, scienza e tradizioni gastronomiche. Ma anche di pagine e parole di una lingua viva, di cui il Brasile ha ereditato gli influssi e le note già dai tempi dell’immigrazione, che conosce ed ama.

Programma completo della Rassegna

  

O DIA DO DESIGN ITALIANO EM BRASÍLIA

 

brasilia idd
 

A Segunda Edição do Dia do Design Italiano no Mundo, um evento que foi fortemente desejado pelo Ministério das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional, chega a Brasília para promover a Itália e o estilo de vida italiano. O Dia do Design italiano no Mundo nasce de um trabalho em equipe que, na Itália e na rede italiana mundo afora, envolveu os principais atores públicos e privados que representam o design italiano de qualidade. O projeto envolve todas as sedes diplomáticas e consulares espalhadas pelos cinco continentes, onde os "embaixadores" da cultura italiana (designers, empresários, jornalistas, críticos, comunicadores, professores) expõem sua experiência e, junto com a experiência pessoal, narram o design italiano, uma das excelências da nossa tradição e do estilo de vida italiano, tão conhecido e apreciado no mundo. A iniciativa ressalta uma das indústrias culturais que melhor representam a criatividade e o saber-fazer italianos, e que é geradora de empregos e crescimento.

O design italiano permeia todas as áreas da vida: da cultura até a indústria, da ciência à filosofia, ao ponto de constituir um elemento fundador do jeito de "viver à italiana", que é reconhecível em todo o mundo graças à originalidade dos projetos, à qualidade dos materiais utilizados, à arte gráfica das embalagens e da publicidade. Hoje, o design é uma marca de reconhecimento do Made in Italy, capaz de transmitir uma imagem inovadora do nosso País e de gerar repercussões econômicas significativas.

Nesta segunda edição, o foco é a relação frutuosa e a cada vez mais crucial entre o design, no sentido amplo, e a sustentabilidade, um tema de especial relevância para o Brasil. Um tema muito importante para a Embaixada da Itália em Brasília, um exemplo concreto de como o design pode se combinar com a sustentabilidade. A Embaixada - uma obra do grande engenheiro Pier Luigi Nervi - foi a primeira a merecer o título de “Embaixada verde”, porque promoveu e utilizou o uso de tecnologias ambientalmente sustentáveis para a produção de energia a e reciclagem das água residuais.

O Brasil também quis abraçar com entusiasmo a celebração desta data importante, através da organização de um Road Show do Design, que já foi hospedado nas Sedes do Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, e Recife. Foram já realizados eventos, palestras e mesas redondas para narrar o mundo do design italiano, um design que cresceu após a Segunda Guerra Mundial, acompanhando o crescimento econômico do País. Um design que se tornou um elemento orientador para a nossa produção industrial, e conseguiu se renovar ao longo do tempo, prestando muita atenção à inovação tecnológica e da comunicação.

A palestra “O edifício da Embaixada da Itália em Brasília: quando o design incorpora a eficiência” apresentará o cenário de interlocução e troca cultural entre Itália e Brasil e a relevante contribuição italiana na arquitetura moderna do Brasil.

Esse contexto histórico de efervescência cultural, arquitetônica e urbanística brasileira foi o catalisador da construção do edifício da Embaixada da Itália em Brasília, obra do gênio da engenharia Pier Luigi Nervi. Com sua ultima obra, Nervi consolida sua principal contribuição ao movimento moderno, uma atitude rigorosa frente ao conhecimento da técnica. O processo criativo de Nervi é pautado pelo conhecimento continuo da matéria; em cada projeto ele implementou e experimentou uma original proposta estrutural. Nervi incorpora a eficiência nos seus projetos, que se concretiza na racionalidade geométrica do seu pensamento espacial. A partir deste exemplo será abordada uma concepção de sustentabilidade com base no uso eficiente da matéria prima.

Segunda-feira (16/04), às 18h30, na Sala Nervi da Embaixada da Itália. A palestra será em português. A entrada é franca, sujeita a lotação.

=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=+=

ANNO 2017

 

IL PIACERE DI LEGGERE IN ITALIANO - RASSEGNA DI LETTURE IN ITALIANO DI AUTORI CONTEMPORANEI


poster per palina jpeg

Programma completo della Rassegna

• Primo appuntamento: giovedì 30 marzo 2017, L’Amica geniale di Elena Ferrante

Informazioni sull’opera e sull’autrice

Foto

Secondo appuntamento: giovedì 27 aprile 2017, Io non ho paura di Niccolò Ammaniti

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Terzo appuntamento: giovedì 25 maggio 2017, Seta di Alessandro Baricco

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Quarto appuntamento: giovedì 29 giugno 2017, Un mese con Montalbano di Andrea Camilleri

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Quinto appuntamento: giovedì 27 luglio 2017, Il senso del dolore di Maurizio De Giovanni

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Sesto appuntamento: mercoledì 30 agosto 2017, Gomorra di Roberto Saviano

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Settimo appuntamento: giovedì 28 settembre 2017, Spingendo la notte più in là di Mario Calabresi

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Ottavo appuntamento: giovedì 26 ottobre 2017, La gastronomia siciliana nelle pagine de Il Gattopardo di Giuseppe     Tomasi di Lampedusa e de Il Ladro di Merendine di Andrea Camilleri

Foto


• Nono appuntamento: giovedì 30 novembre 2017, Una giornata nell’antica Roma di Alberto Angela

 Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

• Decimo appuntamento: giovedì 7 dicembre 2017, La fine è il mio inizio di Tiziano Terzani

Informazioni sull’opera e sull’autore

Foto

 

SECONDA SETTIMANA DELLA CUCINA ITALIANA NEL MONDO



logo settimana cucina

A culinária italiana é uma das mais apreciadas do mundo, com sua variedade de ingredientes e sabores. Com o intuito de celebrar a tradição gastronômica do país, foi pensada a Semana da Cozinha Italiana no Mundo, este ano em sua segunda edição.

O evento, organizado pela Embaixada da Itália com a colaboração de alguns dos principais restaurantes italianos do Distrito Federal, conta ainda com o apoio da Federação Italiana de Chefs (Federazione Italiana Cuochi - FIC).

O festival ocorrerá em Brasília, de 24 a 30 de outubro: sete chefs italianos apresentarão em seus restaurantes um menu especial, cada um deles dedicado a uma região da Itália.

As casas participantes serão: Trattoria da Rosario, Hostaria dei Sapori, Il Pan-drino, Vittoria d’Italia, Trattoria 101, Il Fornaio e Il Basilico.

A Segunda Semana da Cozinha Italiana no Mundo conta também com a participação da rede Oba Hortifruti, que realizará em seus pontos de venda uma campanha de comunicação especialmente dedicada aos produtos italianos.

Durante a Semana da Cozinha Italiana no Mundo, a Embaixada da Itália em Brasília realiza e hospeda também dois eventos culturais.

O primeiro (dia 25 de outubro, às 18 horas) é a palestra “Queijos de leite cru: uma questão de identidade”, de Ana Paula Jacques (professora de gastronomia junto ao Instituo Federal Brasília, pesquisadora do Centro de Desenvolvimento Sustentável da UnB, membro e líder do movimento Slow Food, grupo Slow Food Cerrado).

No dia 26 de outubro, às 18hs, o tradicional sarau de literatura italiana da Embaixada será totalmente dedicado à culinária: receitas, iguarias, mesas e comensais nas páginas de autores modernos e contemporâneos. O sarau será encerrado pelo usual coquetel de confraternização.

Ambos os eventos acontecerão na Embaixada da Itália e serão abertos ao público (entrada franca).
Mais informações serão publicadas no site da Embaixada: http://www.ambbrasilia.esteri.it/ambasciata_brasilia/it

COMUNICADO DE IMPRENSA EM PDF

FOTO

 

 

 

XVII SETTIMANA DELLA LINGUA ITALIANA NEL MONDO - “L'ITALIANO AL CINEMA, L'ITALIANO NEL CINEMA”, 16-22 OTTOBRE 2017
settimana a3 horizontal 3

 La Settimana della Lingua Italiana nel Mondo è una manifestazione promossa dalla rete culturale e diplomatica ogni anno nella terza settimana di ottobre intorno ad un tema che funge da filo conduttore per l’organizzazione di un vasto programma culturale focalizzato intorno alla diffusione della lingua italiana. L’iniziativa nasce nel 2001 da un’intesa tra il Ministero degli Affari Esteri e della Cooperazione Internazionale e l’Accademia della Crusca cui si affiancò in seguito la Confederazione Svizzera, Paese in cui l’italiano è una delle lingue ufficiali.

Obiettivo dell’iniziativa è promuovere l’italiano all’estero, grazie al coinvolgimento delle comunità dei connazionali e degli italofoni all’estero, delle istituzioni culturali locali e di una schiera di scrittori, poeti, artisti, professori e accademici che hanno animato le edizioni di questi anni in modo appassionato in centinaia di conferenze, convegni, letture, corsi di aggiornamento.

La XVII edizione della Settimana della Lingua Italiana nel Mondo, programmata dal 16 al 22 ottobre 2017, sarà dedicata tema “L’Italiano al cinema, l’italiano nel cinema”, in omaggio al ruolo che il cinema ha avuto nell’evoluzione della nostra lingua e anche nello sviluppo della nostra società attraverso il racconto delle vicende collegate alla storia del nostro paese.

Anche l’Ambasciata d’Italia a Brasilia parteciperà alla manifestazione attraverso una serie di iniziative che avranno luogo nella Sala Nervi dell’Ambasciata e presso l’Università di Brasilia dal 16 al 19 ottobre.

Lunedì 16 ottobre apre la XVII Settimana della Lingua Italiana a Brasilia la conferenza “Il sorriso di Angelica. L’adattamento cinematografico di Andrea Camilleri” tenuta dal prof. Rafael Ferreira dell’Università Federale del Ceará (presso l’Ambasciata d’Italia a Brasilia a Brasilia, alle ore 18:00 - ingresso libero, conferenza in portoghese).

Martedì 17 ottobre, alle ore 18:30, l’Ambasciata vi invita alla proiezione di “1200 km di bellezza”, lo splendido documentario di Italo Moscati che, tra immagini di repertorio antiche e nuove, ci conduce alla scoperta del Bel Paese, dalle coste della Sicilia fino all’estremo nord: paesaggi, colori, volti e tradizioni (Ambasciata d’Italia a Brasilia, ore 18:30 - ingresso libero, proiezione in italiano).

Il pomeriggio del 18 ottobre sarà dedicato alla lingua italiana del cinema con la presentazione del “Glossario dell’italiano cinematografico” realizzato dagli studenti d’italiano dell’Università di Brasilia. Seguirà la premiazione dei lavori multimediali realizzati dagli studenti sul tema “L’Italia vista fuori dall’Italia” e il brindisi con l’Ambasciatore Bernardini (Ambasciata d’Italia a Brasilia, ore 17:30 - ingresso libero, conferenza in italiano e portoghese).

Per finire, giovedì 19 ottobre la Prof.ssa Andreina Di Vittori, lettrice presso l’UnB, terrà una lezione monografica sulla figura dello scrittore Giuseppe Tomasi di Lampedusa, al quale è intitolata la Cátedra de Italiano all’UnB (Auditorio dell’Istituto di Lettere della UnB, ore 14:45 – ingresso libero, lezione in italiano).

 

 

AMBASCIATA PORTE APERTE: VIAGGIO ATTRAVERSO LE PECULIARITÀ ARCHITETTONICHE E ARTISTICHE DELL'EDIFICIO DI PIER LUIGI NERVI

INFORMAZIONI SULLE VISITE GUIDATE

• Le visite guidate sono gratuite con prenotazione anticipata.
• Si terranno nelle giornate del 6, 8, 13, 20, 22 e 27 giugno, dalle ore 17.30 alle ore 19. Si raccomanda l’arrivo in Ambasciata almeno 15 minuti prima della partenza.
• La visita è garantita per un gruppo minimo di 8 persone e per un massimo di 50. Il gruppo sarà formato sulla base dell’ordine di prenotazione.
• Per le scolaresche: tutti i giovedì mattina, alle ore 10.30, su appuntamento, in ordine di prenotazione (max. 50 persone).
• Prenotazioni: per prenotare la visita guidata sarà sufficiente scrivere una mail a eventos.brasilia@esteri.it, avente ad oggetto Ambasciata Porte Aperte, comunicando il giorno, il numero dei partecipanti e l’indirizzo e-mail al quale inviare la conferma.

 

AMBASCIATA PORTE APERTE: UN BILANCIO DELL'INIZIATIVA

FOTO

 

QUANDO IL LIBRO DIVENTA FILM: RASSEGNA CINEMATOGRAFICA IN AMBASCIATA

2017 09 08 save the date ultima verso


Arriva il cinema all’Ambasciata d’Italia a Brasilia! Cinque proiezioni gratuite e aperte al pubblico nello splendido scenario della Sala Nervi. Da grandi e piccole opere di letteratura italiana, quattro adattamenti cinematografici premiati nei più famosi festival nazionali ed internazionali e, per l’inaugurazione della Settimana della Lingua Italiana nel Mondo (17 ottobre), il recentissimo documentario di Italo Moscati “1200 km di bellezza”: un viaggio dal nord al sud, attraverso l’immenso patrimonio artistico, culturale e paesaggistico dell’Italia.
I film saranno proiettati in lingua originale senza sottotitoli.

Le date:
19 settembre
26 settembre
3 ottobre
11 ottobre
17 ottobre

Orario: 18:30
Dove: Ambasciata d’Italia a Brasilia, Sala Nervi
Ingresso libero

 

PALESTRAS NA SALA NERVI 

locandine pdf page 1


Tre appuntamenti culturali con docenti italiani dell’Università di Brasilia: inizia giovedì 14 settembre, alle ore 18:00, il ciclo di conferenze ospitate dall’Ambasciata d’Italia a Brasilia.

14 settembre – A revolução matemática italiana de Leonardo Fibonacci
ore 18:00 - Sala Nervi dell’Ambasciata d’Italia

Il prof. Martino Garonzi ci parlerà di Leonardo Fibonacci, matematico italiano del Medioevo, e della celebre sezione aurea, una regola matematica che spiega l’armonia della natura, con affascinanti implicazioni nel campo della genetica, dell’arte e della filosofia.

20 settembre – A Itália no espaço e na aviação
ore 18:00 - Sala Nervi dell’Ambasciata d’Italia

Il professore di ingegneria aerospaziale Paolo Gessini ci condurrà alla scoperta dei pionieri italiani dell’aviazione e dell’esplorazione dello spazio.

25 settembre – Alcibíades: política e sedução no século V a.C em Atenas
ore 18:00 - Sala Nervi dell’Ambasciata d’Italia

Il professor Gabriele Cornelli , docente di filosofia antica, ci presenterà la figura di Alcibiade e l’Atene dell’epoca classica: politica, genere e devianza, attraverso le celebri pagine del Simposio di Platone.

Le conferenze saranno tenute in lingua portoghese.
L’ingresso è libero e gratuito. Non è necessaria la prenotazione.

 

 


724