Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Cooperazione culturale

 

Cooperazione culturale

O setor cultural é um dos pilares da cooperação italiano-brasileira. A Itália e o Brasil sempre enfatizaram a importância da cultura como ferramenta para promover e consolidar as relações mútuas, especialmente no campo acadêmico. Os dois Países trabalham juntos para o fortalecimento dos instrumentos de promoção da cooperação acadêmica, especialmente no que se refere a oferta de bolsas de estudo, intercâmbios de estudantes universitários e pesquisadores, bem como à instituição de cátedras e leitorados de língua italiana nas universidades.

A demanda por língua e cultura italiana no Brasil aumenta constantemente, mesmo nas áreas que não são tradicionalmente afetadas pelos fenômenos de emigração procedente do nosso País. Isso confirma o fato de que há um interesse na língua e na cultura italianas por si mesmas, não necessariamente ligado à ascendência italiana. Hoje, observamos o aumento constante no número de usuários não italianos ou descendentes.

Alguns dados ajudam a entender a extensão do fenômeno descrito acima. Segundo o documento "“L’italiano nel mondo che cambia – 2019”, o número total é de 40.455 estudantes italianos no Brasil (dos quais 60%, isto é 25.276, apoiados pelo MAECI por meio de contribuições oferecidas a professores, Enti Gestori e cursos). O Brasil está na décima primeira posição dos 119 países em número de estudantes italianos. O número de estudantes brasileiros envolvidos no aprendizado de idiomas está aumentando, tanto que os mesmos professores leitores confirmaram a existência de um grande número de estudantes na lista de espera, que não conseguem acessar os cursos. Graças também à participação italiana no programa "Ciência sem Fronteiras", a Itália se tornou um dos principais
destinos escolhidos pelos estudantes brasileiros para o período de formação no exterior. De 2013 a 2015, cerca de 4.000 estudantes brasileiros viajaram para a Itália. No Brasil existe uma presença grande e qualificada de pesquisadores e professores de italiano ativos no sistema acadêmico brasileiro. Mais de 800 acordos bilaterais, assinados nos últimos anos por universidades e institutos de pesquisa italianos e brasileiros, consolidaram a mobilidade acadêmica bidirecional.

Esta necessidade de língua e cultura italiana, ditada por razões de estudo, trabalho ou simplesmente de interesse pessoal, está recebendo uma resposta ativa por parte da Embaixada, por meio de uma programação a cada vez mais articulada, de qualidade e bem orientada e da disponibilização de recursos e energias financeiros e humanos renovados em prol da política cultural. A Embaixada apóia fortemente a atividade de aprofundamento e lançamento de novas iniciativas focadas na difusão da nossa língua e da nossa cultura.

Para mais informações, visite a seção ESTUDOS, LÍNGUA E CULTURA ITALIANACULTURA ITALIANA

Para mais informações sobre eventos promovidos pela Embaixada, visite a seção EVENTOS

 


48