Este site usa cookies técnicos, analíticos e de terceiros.
Ao continuar a navegar, aceita a utilização de cookies.

Homenagem aos médicos e enfermeiras da Força Expedicionária Brasileira que operaram em Pistoia

A associação “Linea Gotica Pistoiese Onlus” e o exército brasileiro inaugurarão no dia 23 de abril em Pistoia, na presença das autoridades institucionais, uma placa dedicada à memória do corpo médico e das enfermeiras da Força Expedicionária Brasileira – FEB que operaram na cidade com o primeiro hospital de campanha em 1944.

A FEB, com seus mais de 25.000 membros, participou ativamente da Libertação da Itália durante a Segunda Guerra Mundial, pagando um alto preço em termos de mortos e feridos. “O Monumento Votivo Militar Brasileiro foi erguido em sua memória, no local onde os brasileiros foram enterrados pela primeira vez”, disse o Presidente da associação, Franceschini, acrescentando: “As primeiras batalhas também destacaram outro componente da FEB, aquele médico, que incluía setenta e três voluntárias que tinham decidido vestir o uniforme e apoiar o esforço da guerra. Este compromisso também foi lembrado pelo Adido Militar da Embaixada do Brasil em Roma, o Coronel Dos Santos Franco: “O monumento será o testemunho perene da relação, não só perceptiva, mas também poética, que misturará o presente e o passado das mulheres da FEB, verdadeiras Paladinas da Liberdade”.

A homenagem, além de ser um reconhecimento do importante papel desempenhado pela FEB na Campanha da Itália, é mais um testemunho do vínculo fraterno entre a Itália e o Brasil, hoje protagonistas de uma intensa colaboração em todos os campos.