Este site usa cookies técnicos, analíticos e de terceiros.
Ao continuar a navegar, aceita a utilização de cookies.

Preferências cookies

As obras do MAXXI de Roma no Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos

“Arte em Cena: Obras da Coleção MAXXI – Museu de Arte do Século XXI”

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e a Fundação PROA de Buenos Aires apresentam a exposição “Arte em Cena: Obras da Coleção MAXXI – Museu de Arte do Século XXI”, que a partir do dia 5 de julho de 2016 exporá, pela primeira vez na América Latina, parte do acervo do Museu italiano inaugurado em 2010 e projetado pela arquiteta Zaha Hadid (1950-2016). Com a curadoria de Anna Mattirolo, a exposição mostra a abrangência e variedade do acervo italiano, focado na diversidade de linguagens contemporâneas, que vai da arte povera ao uso das tecnologias. A exposição reúne fotografias, desenhos, pinturas, gravuras, instalações e vídeos, além de maquetes e projetos arquitetônicos.

Serão ao todo 19 os artistas presentes no terceiro andar do MAM, até o dia 11 de setembro de 2016: Mario Airò, Carlo Aymonino, Matthew Barney, Maurizio Cattelan, Gino De Dominicis, Massimiliano e Gianluca De Serio, Gilbert & George, Danilo Guerri, Ilya Kabakov, William Kentridge, Armin Linke, Luigi Ontani, Yan Pei-Ming, Michelangelo Pistoletto, Aldo Rossi, Grazia Toderi e Francesco Vezzoli.

Ao longo do percurso da exposição, concebido como um espaço cênico quase teatral e divido em quatro salas, destacam-se a instalação monumental do casal de artistas Ilya e Emilia Kabakov, as provocações em carvão sobre papel entelado de Gilbert & George, a perfeição técnica dos projetos arquitetônicos de restauração de Danilo Guerri, as fotografias de Maurizio Cattelan, Armin Linke e Grazia Toderi, a obra precursora do desenvolvimento da arte povera de Michelangelo Pistoletto, a escultura “invisível” de Gino De Dominicis, as pinturas de Yan Pei-Ming e o emblemático relógio de Luigi Ontani.

A exposição tem o patrocínio da Enel, que na Itália juntou-se à Fundação MAXXI em 2015, tornando-se o primeiro sócio fundador do Museu inaugurado em Roma em 2010, e o apoio da Embaixada da Itália no Brasil e do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro.

Local: Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro (Terceiro andar)
Abertura: 5 de julho de 2016, às12h
Exposição: até 11 de setembro de 2016
Curadoria: Anna Mattirolo
Direção-geral do projeto: Bruno Assami
Patrocínio: Enel (pela Lei de incentivo à Cultura)
Apoio: Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro e Embaixada da Itália no Brasil
Mantenedores do MAM: Bradesco Seguros, Organização Techint, Petrobras e Light