Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Vistos

 

Vistos

Horários de atendimento ao público: segundas-feiras de 9:00 às 12:00 horas, com agendamento on-line cujo comprovante deverá ser apresentado junto com a solicitação do visto e a documentação necessária. É imprescindível que o requerente o visto esteja presente para a entrevista.

N.B. Dica para agendamento on-line: acessar o site à meia noite exata do horário italiano.

Os vistos  não podem ser solicitados com mais de três meses de antecedência nem com menos de 15 dias de antecêdencia com relação à data prevista para a saída para a Itália. Viagem já marcada não constitui prioridade. Não existem vistos de urgência.

O valor da taxa consular para emissão do visto poderá ser pago exclusivamente com cartão de debito.

Os nacionais brasileiros precisam solicitar o Visto de entrada na Itália, por razões de turismo, convites, negócios, competições esportivas, missões e estudo, caso a permanência for superior a 90 dias no semestre, a contar do primeiro ingresso (Reg. (CE) n. 539/2001). A isenção da necessidade de visto para períodos inferiores aos 90 dias no semestre não se aplica, porém, aos ingressos por motivos de tratamento de saúde ou para o exercício de atividades remuneradas. Nestes casos, os nacionais brasileiros deverão apresentar pedido de visto, preenchendo o específico formulário e apresentando toda a documentação exigida para aquelas tipologias de visto.

O passaporte dos nacionais brasileiros que requerem o visto de entrada na Itália deverá ter validade de pelo menos três meses após a data prevista para o regresso ao País de origem. A mesma exigência é solicitada aos que pretendem viajar à Itália sem visto por períodos inferiores aos 90 dias no semestre.  

Em qualquer caso, as Autoridades de fronteira poderão solicitar aos interessados que sejam justificados os objetivos da entrada e a demonstração de meios de subsistência suficientes, seja para o tempo previsto de permanência, seja para poder retornar ao país de origem ou para o trânsito até outro país para o qual já possua o visto de entrada, mesmo que tenha os meios legais de obtê-lo (art. 5 Reg. (CE) n. 562/2006).

Os cidadãos de outros Países presentes no lista atualizada do Anexo 1 do Reg. (CE) n. 539/2001, estavelmente e regularmente residentes no Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará e aos residentes no Estado do Suriname, deverão solicitar o visto de entrada na Itália com as mesmas modalidades de agendamento, preenchimento do específico formulário e apresentação da documentação exigida para a tipologia de Visto solicitada.

NOTA: Fonte oficial de informações sobre a documentação pedida e as diversas tipologias de VISTO de entrada na Itália é o web site Vistos do Ministério das Relações Exteriores (disponível em in italiano, inglês, árabe e russo).

Informações não presentes neste site e nos sites de referência mencionados podem ser obtidas escrevendo a: brasilia.visti@esteri.it

Não serão respondidos os e-mails com pedidos de informações que já estiverem no site. Obrigados pela compreensão!

 

-  Download

Declaração de garantia econômica e/ou de moradia

Formulário visto Schengen (<= 90 dias)

Formulário visto D (>=90dias)

Documentação vistos mais frequentes

- Referências normativas:

Decreto interministeriale Visti 2011

Direttiva Min. Interno 1.03.2000

Informativa sobre proteção de dados pessoais

- Custos dos vistos

(Veja Tarifa Consular)


42